terça-feira, 9 de novembro de 2010

Não há pachorra...

Este ano lectivo está a ser terrível. E tudo porque me calharam na rifa duas turmas do ensino não regular. Bem sabemos que para a Ministra da Educação estas turmas constituem o "a cerja em cima do bolo" em matéria de educação.
Ora, o que temos nestes cursos é uma estratégia de puro engano. Digo isto porque quem inventou os programas das disciplinas destes cursos não faz a mínima ideia de que tipo de alunos se inscrevem nestas turmas. Os programas de muitas disciplinas são mais exigentes do que os do ensino regular (exemplo da disciplina de Geografia).
Com esta contradição o trabalho sobre para os professores. É verdade: demora-se mais tempo a preparar as aulas do que a leccioná-las. E melhor ainda: se o aluno reprova no módulo tem ainda direito a mais três tentativas para recuperar. Ora, o trabalho sobre para quem: para o professor. Depois há que acrescentar que para a maioria das disciplinas não existem manuais, pelo que todos os materiais têm de ser construídos de raíz.
Conclusão: o facilitismo puro e duro para o aluno e o cargo dos trabalhos para o professor.

1 comentário:

IsaMar disse...

Realmente...é preciso ter muita paciencia!!! Uma grande verdade a que tu disseste e muito bem: "demora-se muito mais tempo a preparar as aulas do que leccioná-las" parece que ás vezes os ponteiros do relógio estão contra nós quando estamos na sala de aula. e tanta coisa planeada e "lá se foi o tempo"!