quarta-feira, 18 de abril de 2007

Apanhado de surpresa...

16 de Abril, segunda-feira, 8.30H - Dou início ao que esperava vir a ser uma normal semana de trabalho, igual a tantas outras. A aula do 11ºE, entre as 8.30H e as 10.00H decorreu bem, tendo leccionado matéria relacionada com a rede rodoviária nacional. Na última meia hora de aula, duas alunas apresentaram a notícia da semana, relacionada com a futura construção do Hospital de Proximidade de Lamego. Na aula que se seguiu, a do 8ºC, entre as 10.15H e as 11.45H sou surpreendido pela dificuldade que senti em conseguir altear um pouco mais a minha voz. Falámos sobre as causas e tipos de migrações e a aula lá chegou ao fim, embora me senti-se já preocupado com a minha falta de voz. Na terceira aula do dia, a do 7ºB, das 12.00H às 13.30H é que foram elas: poucos minutos depois da aula se iniciar fiquei completamente rouco e afónico, sem conseguir falar de forma audível. Resolvi então pedir a uma aluna para me ir comprar uma garrafa de água e pedi aos alunos que realizassem um mapa hipsométrico de Portugal Continental, dado que esta é a matéria que estou a leccionar no 7º ano. Eles lá trabalharam e a aula chegou ao fim, sem que eu tivesse que puxar muito pela voz.
Ao almoçar lembrei-me que durante a ida para a escola, na parte da manhã, tinha ouvido na rádio que se comemorava o Dia Mundial da Voz. Coincidências! E eu sem voz!!! Fui à farmácia, mas lá aconselharam-me a ir ao Hospital. Resultado: três dias de atestado médico, sem poder falar, nem esforçar a voz e esperar que na sexta-feira já possa falar normalmente. É que sem voz, não há professor que se aguente!!!

4 comentários:

arte por um canudo 2 disse...

E logo no Dia Mundial da Voz.É uma situação muito frequente entre os professores que se pode tornar incurável se não houver cuidado.Um abraço e as melhoras.

NP disse...

Doença profissional... uma entre muitas outras! :)
Lembrei-me agora: será que alguma seguradora tem um seguro para a voz? Mmmmmm... hei-de informar-me!
(as melhoras)

Joao Soares disse...

Ola,Pedro
Espero que esteja melhor.
Um abraço
João Soares

Pedro disse...

Obrigado aos três. Os medicamentos deram resultado e os dias voltaram à sua normalidade!!!