segunda-feira, 14 de julho de 2008

O futuro milagre português...

Daqui a menos de cinco anos Portugal será visto no espaço da União Europeia como o país que conseguiu o milagre de alterar radicalmente o estado da sua Educação. Em poucos anos veremos as taxas de abandono e insucesso escolar do nosso país diminuírem drasticamente. Por outro lado, a percentagem de jovens a terminarem o ensino obrigatório aumentará consistentemente.
Em Bruxelas e por cá, quase todos ficarão orgulhosos com este sucesso e o Governo não cessará de auto-elogiar-se pelo sucesso alcançado. Ninguém se irá preocupar em questionar as estratégias utilizadas para atingir tamanho milagre. Quase todos ficarão orgulhosos por já não estarmos na cauda das estatísticas europeias e diremos "Ámen" ao trabalho realizado pela equipa ministerial de Maria de Lurdes Rodrigues. Esta ficará na história da governação portuguesa como a Ministra que conseguiu o sucesso educativo que os seus antecessores não alcançaram.
Daqui a menos de cinco anos já poucos irão ousar questionar a validade de medidas que estão na base deste sucesso estatístico: a criação das Novas Oportunidades, a banalização dos CEF`s de forma indiscriminada, a generalização de Cursos Profissionais onde impera o facilitismo, a realização de exames nacionais com um nível de exigência extremamente reduzido, a equipação prática das faltas injustificadas às faltas justificadas...
Até o Presidente da República "come" com o que lhe dão, ao congratular-se com a melhoria das notas dos exames à disciplina de Matemática!!!

6 comentários:

Professorinha disse...

Somos o país dos milagres... Eu já nem sei o que dizer...

beijos

titofarpas disse...

E todos nós que estamos no terreno sabemos porquê...

Andreia do Flautim disse...

Onde vai parar a educação?

Stôra disse...

Em suma, vivemos num país maravilha! Nós é que não conseguimos dar o "braço a torcer" ;)
Bom descanço!
Cumprimentos

Anónimo disse...

Daqui a 5 anos vai ser erguida uma estátua à santa Lurditas, padroeira da asneira e salvadora dos alunos cábulas.

O tuga é um grande lorpa!... Como podemos nós sair do cú da europa, se somos o cú da mesma!...

AnaCristina disse...

Sabes o que te digo? Numa escola onde dois professores possam ser comparados, normalmente aponta-se o dedo ao facilitador... ao que é pouco exigente. No entanto, se se trata de fazer estatísticas, é esse o professor que interessa!!
Assim vai um país!