sábado, 6 de março de 2010

Até quando durará a impunidade???

Já todos conhecem a história do pequeno Leandro que, à custa do bullying constante de que era alvo, colocou termo à sua vida. O seu desaparecimento não pode ser inconsequente. Muito há por esclarecer e os responsáveis (por acção ou omissão) por esta situação não podem ficar impunes.
A investigação que está a ser desencadeada pelo Ministério Público e pela Inspecção da Educação tem que ser eficaz. E a Direcção da Escola EB 2,3 Luciano Cordeiro, em Mirandela, já se deveria ter demitido e pronunciado publicamente sobre o caso. E a Ministra da Educação tem o dever de vir a público dizer que esta morte não será ignorada e que a autoridade e a disciplina das escolas serão uma prioridade deste Ministério da Educação. Basta de falar em obras nas escolas e de avaliação docente. Há que legislar "forte e feio" para punir aqueles que estão na escola não para aprender, mas para se distraírem. E os pais dos alunos indisciplinados devem ser punidos...
A partir do dia em que Leandro pôs termo à sua vida nada pode ficar na mesma. A Escola não pode ser invadida por delinquentes que estão na escola para passar o tempo. A Escola não pode ser um local de facilitismos. A Escola não pode ser o "armazém" onde os pais irresponsáveis colocam os filhos para não tomarem conta deles.
A Ministra da Educação tem que falar do assunto. O Primeiro-Ministro tem que dar a cara pela Escola Pública. O Procurador Geral da República tem que apresentar resultados da sua acção nesta matéria. E esta escola onde tudo aconteceu tem que ser investigada com o máximo de rigor para se apurarem responsabilidades e agir-se em conformidade.

1 comentário:

efilipe disse...

Olá
Esperemos mesmo que os culpados cheguem a ser encontrados, o que sinceramente não acredito muito no país onde estamos.

Uma tragédia que deveria servir pelo menos para abrir os olhos aos pais para o comportamento dos filhos.

doiscontigo.blogspot.com