terça-feira, 3 de outubro de 2006

Inovar para aprender...

Num mundo crescentemente globalizado, a manipulação das mais recentes tecnologias de informação e comunicação reveste-se de uma importância fulcral para que a sala de aula possa ser verdadeiramente um local "apetecível" para os alunos. A Internet é, sem dúvida, um dos meios mais decisivos para que os alunos tenham a oportunidade de aprender de forma mais activa, tornando-se cidadãos com capacidade de intervenção num mundo em que o que é actual rapidamente se torna parte do passado. É que ensinar não é só transmitir conhecimentos, mas antes e, sobretudo, tornar jovens em indivíduos com plena capacidade de intervenção na comunidade em que se inserem.
É neste contexto que me congratulo com a atitude evidenciada pela grande maioria dos alunos do 11º E que responderam da melhor forma ao desafio que lhes coloquei: o blogue NA AULA DE GEOGRAFIA está em "velocidade de cruzeiro" e os comentários feitos ao primeiro tema trazido pelos alunos demonstram isso mesmo.
Um outro recurso que se revela de pertinente utilização nas aulas de Geografia é o que diz respeito à manipulação das imagens de satélite que muitos sítios da Internet colocam à disposição de todos através de acesso livre. Reporto-me, por exemplo, às imagens de satélite de excelente qualidade do GOOGLE EARTH quando se dá no 7º ano a matéria das representações cartográficas do planeta Terra ou as que provêm do Instituto de Meteorologia quando no 8º ano se desenvolvem as questões relacionados com o clima.
É, pois, essencial que o Ministério da Educação e as escolas invistam cada vez mais na aquisição de material audiovisual e de tecnologia moderna (Internet sem fios, computadores, projectores, etc.) para que o processo de ensino-apredizagem seja muito mais activo e potenciador de elevados níveis de sucesso...

3 comentários:

IsaMar disse...

Olá..concordo plenamente contigo.
Inovar para aprender....sempre.
Sem dúvida que a Internete outros meios tecnicos são excelentes meios educativos. As novas teconologias revolucionaram o ensino tornando as aprendizagens mais experimentais e daí mais ricas permitindo ao aluno descobrir, analizar, concluir, etc...
O professor deixa de ser o único transmissor do saber .

fica bem

AnaCristina disse...

Faço minhas as tuas palavras. Não sei o que faria sem recursos audiovisuais nenhuns. Na minha escola a Internet está restrita a salas TIC especificas para aulas. Opto quse sempre por apresentações e fornecimento de sites... no entanto muitas vezes o ideal seria a Internet logo ali na aula.

Arte por um Canudo 2 disse...

Concordo plenamente contigo.O ME deve investir nas tecnologias de informação (internet), para assim poder dar resposta às muitas necessidades das escolas.Eu também gostaria muito de desenvolver projectos através da internet e não o consigo porque os computadores não chegam para todos.Como só há uma sala de computadores é dificil que ela esteja livre e ainda por cima tem aulas de TIC. Um abraço.Boa semana