quinta-feira, 21 de fevereiro de 2008

Conversas na sala de professores

Esta tem sido uma semana dedicada às reuniões intercalares na minha escola. Por isso, tenho passado muito do meu tempo a trabalhar na sala de professores, à espera que chegue a hora das reuniões. Além de preparar aulas, de fazer e corrigir testes de avaliação e de consultar a blogosfera, não tenho tido a capacidade de me "imunizar" em relação às conversas dos meus colegas. Duas conclusões sintéticas acerca do teor dessas conversas:
1. Muitos dos professores com trinta e mais anos de serviço passam quase todo o tempo a falar da sua reforma. Anseiam pelo dia da aposentação e consultam legislação atrás de legislação para saberem em quanto ficará a sua reforma. A muitos deles não os oiço dizer uma única palavra sobre o processo de ensino-aprendizagem dos alunos...
2. A maioria dos professores mais novos, muitos deles contratados, deslocados e "pau para toda a obra" desesperam ao constatarem que, com a legislação que aí temos à porta e os vícios porque pecam as nossas escolas, terão a vida muito mais dificultada para subirem na carreira, independentemente do trabalho que demonstram no dia-a-dia. Apesar de tudo, são dos que mais se preocupam com os alunos...
Enfim, assim vão as conversas na sala dos professores!

1 comentário:

NP disse...

O que dizes no ponto 1 tem, de certa forma, explicação no ponto 2... :)