terça-feira, 20 de setembro de 2005

Finalmente. As aulas já começaram...

Pois é, a escola já voltou ao "frenesim" do costume, com alunos a percorrerem apressadamente os numerosos corredores deste estabelecimento. É que leccionar numa escola com cerca de 125 anos de história implica que "regressemos" aos velhos tempos das escolas com corredores enormes, salas com estrados para o professor, soalhos de madeira; enfim, nada que se pareça com as escolas mais modernas.
No entanto, a modernidade de uma escola não se vê só pelo seu estilo arquitectónico. A forma de trabalhar e o acesso às novas tecnologias são factores essenciais para que a "arte" de bem leccionar seja possível. Ora, neste âmbito a presente escola até que superou as minhas expectativas: o facto de haver internet sem fios em grande parte do edifício escolar é uma mais-valia para trabalhar nas chamadas "horas não lectivas". Por outro lado, os alunos parecem estar bem "amestrados", desde que entram pela primeira vez nesta escola, de forma a cumprirem regras básicas para que o trabalho decorra da melhor forma.
Como se costuma dizer: entrei com o pé direito...

4 comentários:

Miguel Pinto disse...

Alunos amestrados? Essa é boa, eh,eh.

Isabel disse...

Olá Pedro...
Esse é um pensamento optimista...de os alunos entrarem com toda a força....oxalá que assim o seja.
Bem sei que com as novas tecnologias há uma maior e forte motivação para trabalhar.
boa noite

AnaCristina disse...

Boa sorte...
;)

IC disse...

Fiquei curiosa sobre de onde virão esses alunos já "amestrados". Entretanto, boa sorte e bom ano!